Catarata: exames que você precisa fazer

Veja quais são os exames que você precisa fazer para ter o diagnóstico de Catarata. 

Comum em pessoas acima de 50 anos, a catarata é a principal causa de cegueira reversível no mundo. Ela causa a opacidade do cristalino, lente natural dos olhos responsável pela focalização das imagens e, apesar de no início gerar apenas um desconforto visual, pode evoluir e causar cegueira.

Para diagnosticar e tratar a catarata, é importante que o paciente se submeta a alguns exames, afinal, é através deles que será possível identificar o estágio da doença, bem como o tratamento adequado para aquele paciente.

Confira quais são os principais exames que você precisa fazer e tenha um tratamento mais tranquilo.

Diagnóstico da catarata

Além da apresentação dos sintomas mais comuns da doença, como dificuldades de focalizar imagens, visão dupla, sensação de vista nebulosa, entre outros, é preciso que o paciente passe por alguns exames para diagnosticar a existência da catarata em seus olhos.

Entenda um pouco mais sobre cada um deles:

Teste de acuidade visual

É o exame de vista simples, onde o oftalmologista pede para o paciente observar uma placa com letras divididas em diversos tamanhos, para saber se a visão é perfeita ou não. Esse teste pode ser realizado sem lentes, em caso de pacientes que nunca usaram óculos, ou com grau em lentes, para quem já apresenta algum problema de visão e usa óculos.

Exame de lâmpada de fenda

Neste exame, o oftalmologista utiliza um maquinário com uma luz pontual e, desta forma, pode enxergar perfeitamente a parte interna do olho, identificando possíveis problemas no cristalino. Trata-se de um exame prático e totalmente indolor, que costuma ser realizado no próprio consultório durante a consulta.

Mapeamento de retina

Tem como objetivo principal a observação detalhada da retina do paciente para identificar possíveis problemas com o tamanho, coloração e posicionamento das estruturas do fundo do olho, além de eliminar qualquer possibilidade de ser a retina a responsável pelo problema de visão que vem sendo apresentado pelo paciente. Também trata-se de um processo prático e totalmente indolor

Fundoscopia

A oftalmoscopia é um exame um pouco mais detalhado, mas também pode ser solicitado pelo médico oftalmologista como forma de observar a fundo os detalhes do globo ocular que podem ser importantes no diagnóstico da catarata.

Tonometria

A tonometria tem como objetivo medir a pressão ocular, que também é chamada de pressão interna do globo ocular. Quando a pressão está alta ela pode ser prejudicial ao seu nervo e alterar a visão. Por isso esse é um exame tão importante para o diagnóstico da doença.

Lembre-se!

Os exames serão solicitados pelo oftalmologista de acordo com o caso de cada paciente, por isso essa lista poderá ser maior ou menor, dependendo da situação.

Importante! 

Esse texto busca sensibilizar os pacientes a buscarem tratamento oftalmológico. Só o médico oftalmologista é capaz de diagnosticar e indicar os tratamentos e/ou cirurgias mais indicadas. Texto revisado pela Dra. Bárbara Nazareth Parize Clemente, CRM SP: 169506, Título Especialista (RQE): 74181. Médica oftalmologista graduada pela Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde / PUC-SP, residência médica no Hospital de Olhos Aparecida, subespecialização pelo Instituto da Visão IPEPO. 

Caso seja necessária alguma retificação desse conteúdo, por favor, ligue grátis para 0800-608-2130. 

Copyright PagMed. Todos os direitos reservados.

Termos de Uso - Política de Privacidade

Copyright PagMed. Todos os direitos reservados.

O site da Central da Visão é de propriedade da Pagmed Meios de Pagamento Especializados e Prestação de Serviços Administrativos Ltda. registrada sob o CNPJ 25.186.815/0001-38